Hands Held High

< voltar a página anterior

 

Turn my mic up louder I got to say something.
Lightweights step it aside when we come in.
Feel it in your chest,
The syllables get pumping.
People on the street they panic and start running.
Words on loose leaf sheet complete coming.
I jump in my mind and summon the rhyme I’m dumping.
Healing the blind I promise to let the sun in.
Sick of the dark ways we march to the drum and
Jump when they tell us that they wanna see jumping.
Fuck that
I wanna see some fist pumping.
Risk something.
Take back what’s yours
Say something that you know they might attack you for
Cause I’m sick of being treated like I have before.
Like it’s stupid standing for what I’m standing for.
Like this war’s really just a different brand of war.
Like it doesn’t cater to rich and abandon poor.
Like they understand you in the back of the jet
When you
Can’t put gas in your tank.
And these fuckers are
Laughing their way to the bank
Cashing the check
Asking you to have compassion
Have some respect.
For a leader so nervous in obvious way
Stuttering and mumbling for nightly news to replay
And the rest of the world watching at the end of the day
In their living room laughing like
What did he say?

Amen, Amen, Amen, Amen, Amen

In my living room watching
I am not laughing.
Cause when it gets tense I know what might happen.
The world is cold the bold men take action.
Have to react to get blown into fractions.
Ten years old, It’s something to see another
Kid my age drug under a jeep
Taken and bound
And found later under a tree
I wonder if he had thought the next one could be me.
Do you see?
The soldiers
They’re out today they
Brush the dust from bulletproof vests away.
It’s ironic.
At times like this you pray,
But a bomb blew the mosque up yesterday.
There’s bombs in the buses
Bikes
Roads
Inside your markets
Your shops
Your clothes
My dad
He’s got a lot of fear I know
But enough pride inside not to let that show.
My brother had a book he would hold with pride
A little red cover with a broken spine.
On the back
He hand wrote a quote inside:
“When the rich wage war it’s the poor who die”
And meanwhile
The leader just talks away
Stuttering and mumbling for nightly news to replay
The rest of the world watching at the end of the day
Both scared and angry like
What did he say?

Amen, Amen, Amen, Amen, Amen.

With hands held high into a sky so blue
As the ocean opens up to swallow you (X6)

Aumente o volume do meu microfone,
eu tenho que dizer algo
Pesos leves se afastam quando nós chegamos
Sinta em seu peito,
As sílabas pulsando
As pessoas na rua entram em pânico e começam a correr
Palavras soltas na folha de papel completa chegando
Eu entro na minha mente e invoco a rima que estou
nocauteando
Curando o cego, eu prometo deixar o sol entrar
Cansado dos caminhos obscuros,
nós marchamos até o tambor e
Pulamos quando eles nos dizem que querem nos ver
pulando
Foda-se,
eu quero ver alguns socos
Arrisque algo,
pegue de volta o que é seu
Diga algo que você sabe que pode fazê-los te atacar
Porque estou cansado de ser tratado como eu era antes
Como é estupidez defender o que eu estou defendendo
Como essa guerra é na verdade um tipo diferente de
guerra
Como ele não atende os ricos e abandona os pobres
Como eles entendem você na traseira do jato
Quando você não pode colocar gasolina no seu tanque,
E esses filhos da puta
Estão rindo até chegarem ao banco,
Depositando o cheque
Pedindo a você para ter compaixão
Ter respeito
Por um líder tão nervoso de forma óbvia
Gaguejando e resmungando para os programas de notícias
noturnos reprisarem
E o resto do mundo assistindo no fim do dia
Na sala de estar, rindo, tipo,
“O que ele disse?”

Amém,Amém,Amém,Amém,Amém

Na minha sala de estar,
assistindo,
mas eu não estou rindo
Porque quando fica tenso,
eu sei o que pode acontecer
O mundo é frio,
os homens valentes tomam atitudes
Tem que reagir ou explodir em pedaços
Em 10 anos de idade,
é algo a se ver
Outro garoto da minha idade
drogado sob um Jeep
Tirado e preso, encontrado
depois sob uma árvore
Eu penso se ele imaginou,
o próximo poderia ser eu
Você vê os soldados
que estão lá fora hoje?
Que tocam de leve a areia
sem coletes à prova de balas
É irônico,
Em horas como essa você reza,
Mas uma bomba explodiu
a Mesquita ontem,
Há bombas nos ônibus,
bicicletas, estradas
Dentro de seu supermercado,
seus shoppings, e suas roupas
Meu pai, ele tem muito medo, eu sei
Mas bastante orgulho dentro
pra não deixar mostrar
Meu irmão tinha um livro
que ele seguraria com orgulho
Uma pequena capa vermelha
com uma espinha quebrada
Ele escreveu uma citação dentro,
“Quando o rico aposta na guerra,
é o pobre quem morre ”
Enquanto, o líder só fala
Gaguejando e resmungando pelas
novidades noturnas a serem repetidas
E o resto do mundo
assistindo no fim do dia
Na sala de estar, rindo tipo,
“O que nós dissemos?”

Amém, Amém, Amém, Amém, Amém

Com as mãos elevadas ao alto para os céus acima
O oceano se abre para engolir você.

 

< voltar a página anterior

Para conectar, por favor faça login primeiro. Você pode também criar uma conta.